Sobre Mim

 

Eu nasci em 1974 e resido em Tatuí, interior de São Paulo, sendo um legítimo “pé vermeio”, como dizemos por aqui. Minha experiência profissional é bastante variada

Além de fazer facas, também trabalho com animais resgatados – e sempre tem uma boa quantidade deles em minha casa – e curto muito uma boa cerveja artesanal.

Porque facas? Desde que me conheço por gente,sempre gostei de facas e armas de fogo e quando tinha uns doze anos li uma matéria sobre o já falecido cuteleiro Milton Padilha na revista Magnum e decidi ali mesmo o que queria ser quando crescesse. Não foi uma estrada reta e meu background é muito variado mas, lá por 1993, ainda muito moleque, comecei a trabalhar como dealer de facas artesanais e me tornei um cuteleiro profissional em 2000.

E porque facas de cozinha? Um amigo chef me deu essa sugestão quando eu estava um pouco estagnado na carreira e,como no mesmo período eu comecei a fazer um curso de sommelier de cerveja e conhecer pessoas dessa área, a evolução foi natural e, quando percebi, já estava direcionando toda a minha produção para isso e cada vez mais entrosado com os profissionais desse ramo.

Me tornar cuteleiro e, posteriormente, me especializar em facas de cozinha foram as melhores decisões que tomei na vida. Não é exatamente uma carreira que vai te deixar milionário antes dos trinta (nem depois, pelo andar da carruagem…) mas é realmente fantástico poder acordar todos os dias e fazer o que eu gosto e saber que tem tanta gente usando minhas faquinhas no mundo todo dá sentido e propósito ao meu trabalho mas a grande recompensa, o que realmente faz com que eu saiba que fiz a escolha certa são as pessoas incríveis que eu encontrei ao longo do caminho e saber que, tanto quanto eu,  todos esses malucos e malucas que dão tanto de si na cozinha também estão muito felizes por fazerem o que amam.

 

Anúncios