Fazendo uma faca – parte 4

A semana passada foi meio curta pra mim mas aqui está a continuação do passo a passo.

Nessa foto a lâmina já foi temperada e revenida e vocês podem ver claramente a linha de têmpera – no caso do 52100 e outros aços eu faço a chamada “têmpera seletiva”, deixando o dorso da lâmina esfriar mais devagar fora do óleo, sem choque térmico, o que resulta nessa linha. Nesse ponto, a lâmina está pronta para ser desbastada, bastando apenas uma leve correção de empenamento. Aliás, é por esse motivo que eu, ao contrário da maioria dos cuteleiros, prefiro temperar antes de desbastar já que as lâminas sem desbaste, com mais metal, empenam bem menos que as já desbastadas, pela minha experiência.

Para a maioria das minhas lâminas de aço carbono eu prefiro usar o acabamento obtido na têmpera, ou “kuro uchi”, que é muito comum em facas tradicionais japonesas e excelente para evitar ferrugem, além de conferir à peça uma aparência mais rústica. Pedacinhos do acabamento podem se soltar quando a faca ainda é nova mas isso não atrapalha em nada seu uso.

seq46001

Anúncios

Sobre ivancampos

Mim faiz faca, mim bebe cerveja!
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s